Entrevista com a tatuadora Suliee Pepper – Outubro Rosa

Como você se descobriu artista e pensou em se tornar tatuadora? Conte sobre sua trajetória sucinta e outros trabalhos além de tattoo que pratica.

Su: eu jamais pensei em me tornar tatuadora até estar no meio disso tudo rs… Eu odiava que falassem pra eu virar tatuadora porque desenhava bem… porque eu achava responsabilidade sair fazendo algo na pele dos outros, sendo pra sempre, da forma que as pessoas falavam… até um dia que conheci meu mestre de tattoo num churrasco, que me convidou a ser sua aprendiz… e quando vi, se passaram 14 anos… já quase 15.
Mas antes disso trabalhei em shopping, feira hippie, fiz desenhos pra estampas, pintei telas para vender, trabalhei como vendedora de loja de informática…

Quais os desafios se defrontou ao entrar no mercado da tatuagem por ser mulher? Sentia diferenciação de tratamento? Como lidou com isso?

Su: Foi difícil sim, e é… estamos cada vez mais no mercado, nos estúdios, na mídia… mas é uma luta diária provar para o mundo que somos tão competentes como qualquer outro homem ou até mais.
Muito trabalho, muito empenho, muita postura… pra impor respeito e ao mesmo tempo não ser dura no trato com ninguém.

Quais foram suas influências para idealizar o projeto para atendimento mensal gratuito à mulheres que sofreram intervenções no corpo por conta do câncer de mama?

Su: eu tenho uma amiga muito querida, a Cristina Pedrada, ela passou pelo câncer de mama e hoje em dia está saudável e feliz, mas uma coisa que reparei com o convívio com ela(ela que me inspirou e isso já fazem 4 anos), que nem sempre o óbvio (reconstrução de mamilos) é o que a cliente precisa… ela precisa do que lhe faca se sentir bonita, feliz… livre… nem sempre é uma reconstrução, às vezes é uma tattoo para cobrir uma cicatriz de enxerto, uma tattoo para cobrir cicatrizes de dreno, sobrancelhas que as vezes nao voltam depois da quimioterapia, as vezes ela não quer mais um mamilo, mas um adorno, uma tattoo que a faça ver tudo aquilo que ela passou como cor, arte, beleza…
Uns mamilos decorados, coração… ou simplesmente olhar oara si novamente e se ver bonita pra si.

Em sua opinião, o fato de ser mulher, influencia em alguma situação neste atendimento específico para este público, em sua maioria, feminino? Já ouviu algum feedback neste sentido após trabalho realizado?

Su: a Maioria diz se sentir mais à vontade por ser uma mulher sim… não que outros profissionais nao sejam bem vindos, até porque, quanto mais por essa causa, melhor.

Os Feedbacks, os abraços amorosos, as bênçãos que elas desejam ao final… são as coisas mais lindas do mundo! Não há dinheiro que pague!

Já realizou este trabalho ou recebeu demandas de homens que passaram por tal processo de tratamento/intervenção? Caso positivo, como foi?

Su: Não, mas é até bom deixar claro que estou aqui para atender qualquer vítima de câncer de mama gratuitamente, 1 dia por mês, sendo mulheres ou homens, quem precisar e o ano todo… e não só em outubro.

Após procedimentos, se houveram mulheres que mantiveram contato, o que relatam sobre mudanças na autoestima após a tattoo? (Seja desenho ou reconstrução do mamilo realista)

Su: Nossa… coisa mais gostosa de ouvir quando elas dizem que voltarão a frequentar a praia, ou que voltarão a se sentirem bonitas e à vontade sexualmente, ou que colocarão blusas decotadas porque se sentem lindas… isso quando não querem sair tipo globeleza pela rua!!! isso é maravilhoso!

Qual mensagem pessoal/profissional ou de vida que considera a sua marca você gostaria de deixar aos leitores do portal Wonder Girls?

Su: Eu gosto de dizer que eu trabalho pra transformar o corpo que você tem novo corpo que você é.
Independente de ser como tattoo… ou tattoo voltada para as vítimas de câncer de mama… quando fazemos nosso trabalho por amor, nada mais gratificante que transformarmos a vida de alguém através de nossa arte… realizar sonhos com tinta e eternos enquanto durem ?

Local que atende e estilos de tatuagem que realiza:
Su: eu atendo no Rio de Janeiro, em Copacabana, mas também viajo pelo Brasil e outros países para melhor atendê-los?
Eu trabalho mais com trashpolka, Realismo, Aquarela e Neo Tradicional.

Divulgue sua fanpage, instagram e e-mails, telefones de contato aqui.
Su : Meu atendimento é totalmente concentrado na minha fanpage www.facebook.com/sulieepepper. tattoo
Mas também podem acompanhar meus trabalhos pelo Instagram @sulieepepper e no Tumblr, Twitter, Pinterest pelo mesmo nome: sulieepepper ?

Divulgar previsões de dias que o referido atendimento será realizado de Outubro em diante, se houver.

Su: as datas são marcadas entre as brechas de viagem, mas é só entrar em contato inbox pela fanpage que nos agendamos com todo carinho e vamos informando?

 

Cremo é Fundador do Portal Wonder Girls Tattoo e do Portal @CULTURAEMPESO. Formado em Redes para Computadores, é fotográfo e desenvolve websites. Página oficial no facebook: www.facebook.com/wondergirlstattoo Instagram: @wondergirlstattoo Perfil: fb.facebook.culturaempesobr

Compartilhe este post