A fotografia como aliada da autoestima – Conheça o seu melhor!

Ser consciente da própria personalidade e agir sem medo do julgamento dos outros é a melhor forma de se autodescobrir

   

É muito mais do que uma simples definição: é conhecer a si mesmo, é ser livre das expectativas e dos julgamentos, é encontrar o próprio talento e não ter medo de expressa-lo. Somente assim poderemos ser felizes…

 

Muito se escreve sobre Autoestima, mas sabemos de verdade do que se trata? Hoje, nesse momento da nossa vida, podemos afirmar que temos uma boa Autoestima? Quantas vezes acontece, quando as coisas estão indo bem por exemplo, no trabalho, de nos sentirmos felizes, enquanto que no dia seguinte, de repente, por causa de uma discussão com o chefe, é como se o mundo acabasse? Isso acontece porque damos muito mais valor ao nosso desempenho, ao poder que possuímos, aos agrados ou as críticas que recebemos dos outros, aos resultados que conseguimos, mas a Autoestima não tem nada a ver com isso.

 

A Autoestima é um conjunto de conscientização e ação. Ela se modifica naturalmente em função das nossas experiências, é a capacidade de se auto transformar, de se olhar de uma outra forma, de olhar instante por instante para nós mesmos. Passamos 90% da nossa vida vivendo mal, porque ou estamos no passado, ou estamos no futuro: vou ser feliz quando tiver mais dinheiro…, quando tiver o carro mais bonito…, quando tiver a casa mais bonita…, quando tiver coisas… Para fortalecer a autoestima é necessário começar agora, nesse momento, e não quando tiver…, ou quando vou ser… É agora, neste instante que você vai ser feliz, é esse instante que conta.

 

Criado em  2014 pelo casal Marcos Ariosi e Fran Eller, o Marcos Ariosi Photography é especializado no estilo “boudoir”, nome em francês para quarto feminino, dando a ideia de uma abordagem íntima, mas não explícita. “Nossa história com a fotografia começou no momento em que nos conhecemos, há uns seis anos. Marcos sempre me fotografou e em cada clique eu me descobria como mulher e ele com muito carinho e jeito, me incentivava e valorizava muito mais”, conta Fran.

 

Com a missão de estimular cada mulher real a se olhar e aceitar como se fosse uma capa de revista, esse estilo de fotografia vem ganhando cada vez mais adeptas e fazendo com que o mercado de fotografia ultrapasse barreiras e estereótipos. “Passamos da fase em que o padrão de beleza precisa ser algo padronizado. Cada vez mais vemos mulheres se autodescobrindo e se aceitando da maneira real”, explica Cristiane Pertusi, psicóloga.

 

A composição da beleza após o ensaio fotográfico, aumenta a autoestima da mulher, a faz se sentir mais feminina, torna-se mais sensual e passa a desfrutar de uma vida, inclusive sexual, mais plena.Com o passar dos anos nos profissionalizamos e quando criamos o studio, novamente fui modelo pra ele. Que me fotografou, editou e quando as me entregou prontas, chorei de emoção. Sempre me via como uma menina e de repente aquele mulherão apareceu. Fiquei sem palavras, e é isto, este sentimento que buscamos em cada sessão de fotos que realizamos. Queremos resgatar o mulherão que existe dentro de cada mulher, mostrar a sua força, capacidade, estimular a energia de dentro pra fora. Cada revista que entregamos, leva todo o nosso amor, leva a esperança de que o céu é o limite. Somos simples mulheres, mas fortes e lindas o bastante para enfrentarmos os desafios da vida e vencermos todos os obstáculos” assume Fran.

 

Autoestima tem tudo a ver com a ideia que fazemos de nós mesmos. “Ser magra ou gorda, ter um dente tortinho, um nariz um pouco maiorzinho, lábios grossos, lábios finos ou qualquer detalhe que não gostamos, às vezes nos causa um incômodo tão grande que acabamos nos privando de algumas situações com medo de expor esses ‘defeitos’ em uma fotografia. Ao contrário do que se pode pensar, o trabalho de um fotógrafo profissional é conseguir extrair da beleza de mulheres ‘comuns’, resultado surpreendentes”, observa Cristiane Pertusi.

 

Hoje, já tem se tornado cada vez mais uma tendência, mulheres das mais diversas idades e estilos, procurarem um profissional para evidenciar algo que elas mesmas não conseguem enxergar. O resultado disso, tem sido avaliado como o equivalente a verdadeiras sessões de terapia para a autoestima. Mulheres que até então se achavam ‘feias’, passaram a estar ‘apaixonadas’ por uma nova imagem de si própria, mudando inclusive formas de se vestir e de encarar o mundo.

 

Vale ressaltar que os preparativos começam um mês antes da data da sessão de fotos. Juntos da cliente/modelo, é feito o estudo de maquiagem, figurinos e cenários, tudo muito personalizado.

 

Jornalista, Pós graduada em Comunicação Empresarial e Institucional, Pós graduada em Jornalismo Digital, Pós graduação em Jornalismo Contemporâneo e Mestre em Comunicação. Diretora da Projeta Comunicação Integrada. Foi editora chefe em uma Agência de Comunicação, responsável pelo conteúdo de jornais internos e de e-mail marketing. Foi professora universitária do Centro Universitário Nove de Julho (UNINOVE). Acumula mais de 14 anos de experiência em assessoria de comunicação. É responsável pelo site Arrasa, gata!, um portal de beleza e é apresentadora do Programa Estressadas, um programa de comportamento feminino.

Compartilhe este post